Roteiro Brasil – Bolívia

Fiz um roteiro para futura viagem a Bolívia saindo do Estado de Rondônia, o que barateia em muito a viagem. É uma trip bate e volta, com 6 dias de duração. Aproveitei as informações da net e, em especial, do fórum Mochileiros.

O roteiro inclui informações gerais do destino e algumas informações estão faltando como preços e horários dos ônibus em RO e a forma de compra e horários do vôo da Tam Bolívia, mas o roteiro pode ser resumido assim:

  • Dia 01 (25/07) – de Ji-Paraná (RO) a Guayaramerin e a La Paz
  • Dia 02 (26/07) – tur em La Paz
  • Dia 03 (27/07) – passeio no Chakaltaya e Tiwuanako
  • Dia 04 (28/07) – deslocamento e passeio com pernoite na Isla del Sol
  • Dia 05 (29/07) – retorno da Isla do Sol a La Paz no final do dia
  • Dia 06 (30/07) – retorno de la Paz a Guayaramerin e a Ji-Paraná (RO)

Links Úteis

Informações sobre trajetos de ônibus em toda a América do Sul
Terminal de ônibus de La Paz
Situação das estradas bolivianas atualizada
Hospedagem em várias cidades bolivianas
Aerosur – Principal companhia aérea boliviana
Tam – Companhia aérea militar boliviana
Aerocon – Companhia aérea boliviana
Amaszonas – Companhia aérea boliviana

DIA 01 (25/07): DE JI-PARANÁ (RO) A GUAJARÁ-MIRIM (RO)

O horário de saída de Jipa depende do horário do vôo em Guayaramerin. A idéia é viajar durante a noite para pegar o vôo pela manhã do dia 25. Sair de Ji-Paraná a Guajará Mirim pela BR 364 + BR 425, passando por Porto Velho, 700 Km, todo por asfalto por ônibus da EUCATUR saindo de Jipa (h) e chegando em Guajará Mirin (h) ao custo de R$. Há opção de fazer de carro o mesmo percurso ir pela BR 364 + BR 421, 483 Km, passando por Montenegro e Campo Novo de RO e, a partir daí, 300 Km em estrada de terra até Guajará Mirim (estrada ruim).

Guajará Mirim (RO)

DIA 1 (25/07): DE GUAJARÁ MIRIM (RO) A LA PAZ (BOL)

Saindo de Gayaramerin

Em Guajará Mirim, ir à PF pegar o documento de saída e chegamos a Guayaramerin, ir direto a migração boliviana. Para voar até a Bolívia, vôo da TAM Bolívia, companhia militar (US$ 100,00 trecho), partindo de Guayaramerin. Diversos outros vôos comerciais (Aerosur, Aerocon, Amaszonas) partem da cidade boliviana, com preços girando em torno de US$ 200,00 o trecho. Pista do aeroporto de Guayaramerin é de terra, motivo pelo qual a decolagem é transferida para Riberalta (100 Km por terra, ônibus por conta da empresa), dependendo das condições do tempo.

Aduana em Guayaramerin (BO)

Chegando em La Paz

O aeroporto fica localizado em El Alto, uma cidade próxima a La Paz. O trajeto até o centro de La Paz pode ser feito em táxi ou van e dura cerca de 30 minutos. Quem vai sair de La Paz de avião deve pagar a taxa de embarque do aeroporto, que é de $24 para vôos internacionais ou Bs 14 para vôos nacionais.

Chegando pedir à Polícia Turística para ajudá-lo a tomar um taxi (devido às histórias de taxis falsos e roubos). Eles já estão acostumados, vão anotar a placa, no do carro, nome do motorista, etc. O taxista pode levá-lo à região da Calle de las Brujas (centro) por XX Bs. Por 10 Bs a mais (cerca de 5 ou 6 Reais ao todo) você percorre os hotéis e hostais da reião, visita as habitaciones e escolhe a que lhe convier.

La Paz

Hoje, a cotação do boliviano (Bs) é US$ 1 = B$ 7 e R$ 1 = B$ 4. Para troca, há casa de câmbio do aeroporto de La Paz que abre as 06:30h, mas pode-se sacar antes diretamente nas máquinas que tem no aeroporto. A melhor taxa de câmbio é no saque nas máquinas (VISA). Nas casas de câmbio que fazem trocas de reais, em geral, para compra R$ 1,00 = B$ 3,70 e venda B$3,90. Boas cotações para troca de US$ por B$ se encontra nas casas de câmbio em frente ao Estádio Hernandes Siles ou em frente a Igreja de San Francisco e outros da Mariscal.

Hotéis

Basicamente, US$ 10,00 por pessoa no quarto matrimonial ou triplo (suíte). O preço é o de tabela e não tem choro. Melhor reservar se for ficar nos mais falados. Evitar ficar em hotéis perto da rodoviária, uma região muito feia e mal localizada.

Hostal Torino (calle Socabaya 457, o email: torinonet@hotmail.com e o telefone é 2 240 6003). Casarão do século X|VII. Ficar no fundo do hostal e não na frente da rua por causa do barulho). O taxi do aeroporto ao Torino é de B$ 50,00. O pessoal da agência de turismo do Torino também oferece transfer do aeroporto pro hotel e vice-versa pelo mesmo preço do táxi (se estiver chegando pelo aeroporto de madrugada). Preços: (a) US$ 20 por dia pelo quarto matrimonial com banheiro privativo; (b) 38 bolivianos por pessoa o quarto triplo, com banheiro; (c) 50 bol/pessoa no quarto duplo c/ banho privado e um chuveiro a gás que é uma maravilha; (d) 35 bolivianos por pessoa uma habitacion para os 3 com banho compartilhado. Há um restaurante abaixo do hotel com café por 20 Bs. O hostal fica num lugar sossegado, perto da Plaza Murillo e sua localização deve ser uma das melhores de La Paz; fica ao lado do Palácio Presidencial, perto do cinema, restaurantes, bares, bancos, lojas boas, todos na “parte bonita” de La Paz e de lá, dá para ir caminhando a qquer lugar da cidade: cemitério, camelódromo, museu arqueológico e estádio de futebol.

Hotel Torino (La Paz/BO)

O Hostel Glória (Calle Illampu) não tem o charme do Torino, mas também é bem avaliado. Conta com lavanderia (6 bol.) internet (3 bol. hora) agência de turismo, mini-mercado, restaurante (muito boa a comida principalmente a sopa) e elevador para quem ocupa os andares a partir do 3º piso. Preços: 140 bol. por um quarto com uma cama de casal e uma de solteiro com tv a cabo e banheiro privado com água quente (habitação 209 p. ex.). Também é muito bem localizado, quase ao lado do Hostel Copacabana e em frente ao Hotel Berlina, com vista para a Hard Rock Café.

Wild Rover (Rua Comercio 1476, Fone (591) 2-2116903) para quem quer uma noite com festa, barzinho super animado e sinuca até as 3 da manhã. Quartos/banheiros extremamente limpos, cama confortável e com bons edredons. Agência com preços bacanas, comida boa.

Hostal Wild Rover (La Paz/BO)

Hostal Copacabana (Calle Lhampu). É limpo, atendentes solicitos e prestativos e muito bem localizado, a uma quadra do Hard Rock! A reserva pelo site funciona e no mesmo prédio existe uma agência de viagens chamada Combitours. Não é aquela coisa que se diga “Minha nossa! que maravilha de hostel!”.

Outros citados são Hostal Astorias (perto da Calle Lhampu), bacana, bem limpinho, deu para ficar por 180 bolivianos no quarto matrimonial; Hotel Sagarnagá (rua do mesmo nome), ao lado do mercado das Bruxas, limpo e confortavel por U$ 18,00 o quarto duplo; o Hotel Tikina é um predio enorme com 10 andares com elevador, bem no centro de La Paz, muito bom e perto de tudo (90 bol para o casal).

Albergue fique no Loki, bem legal, animado, com pessoas de todos os lugares do Brasil e do Mundo. De noite a boa é ficar bebendo uma cerva no bar (fica aberto até 1hs). Outro albergue é o  El Carretero. Preço: 25 bolivianos. É mais simples e possui uma cozinha comunitaria. Há servico de lavagem de roupa por 7 bol. o kilo. Boa localização tambem, 2 quadras acima do Torino. Mas existem uma centena de hostel, os mais simples nessa faixa de 30 e outros na faixa de 70, dependendo do banheiro ser no quarto ou não.

Loki (La Paz/BO)

Comida

As comidas sao muito baratas, pode-se comer uma enorme truta com molho de alho, salada, batata e arroz por 42 bolivianos, o mignon estava por 35 e deve vir quase um kilo de comida. Tambem comi em um restaurante indiano, coisas muito boas nessa faixa. E claro, nao se pode perder as saltenas que variam de 2 a 4 bolivianos. No Restaurante Narguila, no tperreo do Hotel Glória, comida chinesa muito boa, a sopa é uma delícia. Pizzaria Napole que fica ao lado do cinema perto do hotel Torino. Na Illampu tem a Pizzaria Italiana, a pizza é enorme e custa somente 60 bol. No Restaurante Alo Cubano, na Sagárnaga, a comida é muito boa, funciona de segunda a sexta para almoço, até por volta das 18 horas, sábado somente a partir das 17 horas e domingo é fechado. Desayunio é no Alexander coffe – fica na mesma rua do Torino, na esquina de baixo – 32 bolivianos o café americano (refeição pra um exercito).

Compras

As blusas saem por 80 bolivianos no Mercado das Bruxas em La Paz. Esse mercado é uma das principais atrações da cidade e todo mundo já ouviu falar dos famosos fetos de lhama. Mas esse mercado é só para turista ver. O rituais xamãnicos de verdade acontecem na cidade de El Alto, por onde se passa a caminho do Chacaltaya. Também em EL Alto (quintas e domingos) se encontram roupas baratas nas feiras populares, onde os precos podem ser melhores.

Na região das Calles Sagarnaga e Illampu se pode encontrar de tudo, inclusive lojas que vendem equipamentos e roupas de frio. É uma região grande de ruas de subida, cheias de lojas e barracas nas ruas. Na calle Illampu tem várias lojas vendendo material out door, além da Tatoo (Calle Illampu, 828), as mochilas mais baratas ficam na Tienda Doite de propriedade da Grace. Essas lojas ficam localizadas no perímetro entre a Sagárnaga e Graneros. No Bazar Aleman, tem vários produtos de camping Doite à um bom preço.

Mercados em la Paz

As roupas mais pesadas de frio, como casacos de pluma e fleece, podem ser encontradas na Calle Tumusla (depois de subir bastante), já o mais corriqueiro como a lã tem em todo lugar. Nesses arredores, e em especial na calle Tumusla, as cholas vencdem roupas nas ruas, agora só podem ficar vendendo seus produtos no horário das 6 às 9 da manhã, depois tem que recolher tudo, pois à rua tem que estar limpa às 10 horas quando as lojas abrem.

Calle del Comercio: Rua de pedestres próxima a Plaza Murillo onde à noite acontece uma feira que vende roupas de frio, comidas e alguns eletrônicos. Shopping Norte: Lojas que vendem roupas de grifes famosas por preços mais em conta que os praticados no Brasil. Localizado próximo a Plaza Murillo e ao Hotel Torino. Fair Play: Rede boliviana de artigos esportivos. Vende tênis e roupas das grandes marcas como Nike, Adidas e Puma por preços bem atrativos se comparados aos brasileiros. Oferecem descontos e aceitam cartões de crédito (o que é raro na Bolívia). Ainda há o El Prado, também chamada Avenida Mariscal Santa Cruz, principal via de La Paz, existem muitos mercados, lojas e restaurantes.

Ruas de La Paz

Atrações

Na cidade você pode ver um show de penha folclórica na Calle Sagárnaga ou imediações (cerca de 20 bolivianos), também pode fazer um city tour a pé, visitando as plazas e igrejas, ruas de pedestres, palácio do governo, mercado das bruxas, etc.

A Plaza Murillo é a praça principal de La Paz. Lá está localizada a Catedral Nuestra Señora de La Paz, o Palácio Presidencial e o Congresso boliviano, constituindo o centro político da Bolívia. Na Plaza San Francisco, está localizada a Iglesia de mesmo nome, um dos grandes exemplos da arquitetura espanhola em La Paz (construída em 1549, mas em 1610 desabou durante uma tempestade de neve, sendo reconstruída e reinaugurada em 1753. Seu interior ornamentado é muito belo e também se pode subir na torre da igreja para admirar a vista da cidade.

Plaza Murillo (La Paz/BO)

Na rua Calle Jaen estão localizadas várias construções históricas em estilo colonial, que atualmente abrigam diversos museus (todos baratos): Museo de Instrumentos Musicales de Bolivia, Museo Costumbrista Juan de Vargas, Museo de Metales Preciosos, Museo del Litoral Boliviano e Museo Casa de Don Pedro Domingo Murillo. O Museo de la Coca é um pequeno museu localizado na Calle Linares 906 que conta a história e a importância cultural do uso da coca e de seus derivados.

Outro local ótimo para passeios são os miradores, Para chegar ao Mirador Killi Killi pegar o minibus nº 232, 330,321 ou 329 na calle Yanacocha esquina com Comercio e descer em frente a escadaria do mirador, que fica na Villa Pabon. De lá se tem uma vista maravilhosa, quase um ângulo de 360 graus de La Paz. Depois desce as ladeiras e escadas estreitas rumo ao Estádio Hernando Siles. Seguimos a pé rumo ao Parque Urbano Central, onde há aluguel de bicicletas. Caminhando um pouco mais, se chega ao inicio da Via Balcón, que é uma imensa passarela de pedestres que leva até o Mirador Laikacota, com uma vista espetacular da zona oeste de La Paz. É freqüentado quase que totalmente pelos locais, com poucos turistas e também tem uma estação meteorológica. Para ir direto ao Laikacota se deve tomar o minibus nº 247, 259, 279 ou 283 desde a calle Juan Josè Pérez e descer na Avenida del Ejército (3,50 bol com direito a uso do banheiro).

Mirante em la Paz

No caso de um dia com ceu limpo uma visita no Valle de la Animas ou então o povoado de Palca, caminho para o illimani, que é uma parte do vale. Todo ele é o que separa o illimani de La Paz (parece perto mas não é). Há também passeios não convencionais, como escaladas e ascensões a picos nevados, como o Huayna Potosi 6.088 m.

O downhill para Coroico é um passeio de bike partindo de La Paz. Leva um dia inteiro e você desce desde La Cumbre (4.700 m) até Coroico (1.800 m), estrada que leva a fama de ser a mais perigosa do mundo, em 4 horas de bike. No caminho as vistas incluem picos nevados e até a floresta amazônica boliviana. Inicia as 7 da manhã, com guia, indumentarias e bicicletas. Instrucoes repassadas começa a descida, coisa alucinante, asfalto na primeira parte e uma vista de tirar o folego! Logo é servido um desayunio para nos e depois iniciar a parte de terra, estreita, com muita pedra, escorregadia, com trechos com muita agua e barro, vc não consegue grandes velocidades, além da vista ser de floresta intocada. Chegando em Coroico, toma-se banho e almoça-se em um hotel ½ noca (banhos meio “adaptados” e sopa). Para voltar a La paz, os ônibus são ruins e pode demorar uma eternidade pra voltar, chegando por volta das 21:30 hs!!!! Preço: Custa cerca de 240 a 270 BOLs (35 dólares). No site da Wild Rover aparece por US$ 70,00.

Downhill para Coroico (BO)

Mais Info

http://pt.wikipedia.org/wiki/La_Paz
http://roteirosandinos.altamontanha.com/bolivia/lapaz.asp
http://www.abbra.com.br/lapaz.htm

DIA 03 (27/07): LA PAZ – CHACALTAYA (35 Km) – TIWANACO (72 Km)

O Chacaltaya é uma montanha de 5.486 metros nas proximidades de La Paz. Lá já existiu a mais alta pista de esqui do mundo, que com o derretimento da neve não funciona mais, mas continua sendo visitada devido à bela vista do local. Os invernos são secos e ensolarados, já os verões são mais úmidos, e portanto há mais neve e com isso as temperaturas são mais baixas. Para conhecer o Chalkantaya, saindo de La Paz (parte alta), por uma estrada de terra. Percorre-se 35 Km e leva-se umas 2 horas para chegar. Quando o carro começa “escalar” a montanha a estrada se afunila e passa um veículo só. Depois da chegada deve-se subir mais 300m a pé e andar por ali, gastando mais 2h a 3h. Os passeios realizados pelas agência iniciam às 08:00hs da manhã e geralmente são vendidos junto com o Vale da Lua (que não vale a pena). Preço: Bs. 50,00 (Chacaltaya + Vale de La Luna) e mais Bs. 15,00 de entrada em cada lugar, total: Bs. 80,00. Para passeio à tarde, somente táxi.

Chakaltaya

A cidade de Tiwanaku foi a capital de um poderoso império pré-colombiano que ocupou a região entre 500 e 900 AD. Suas ruínas são evidência da importância cultural e política desta civilização e em 2000 foram declaradas Patrimônio Mundial da Unesco. Existe também um museu anexo ao sítio arqueológico. É um passeio de meio dia, leva umas 2 horas para chegar lá e mais umas 2 ou 3 horas para conhecer tudo. Preço: pela agência paga-se 50 bolivianos do transporte e a entrada custa 80 bolivianos. Total: Bs. 130. Asta mais no almoço e com os artesanatos no final do rolé. Para ir por conta, pega umas vans que saem do cemitério, geralmente saindo pela manhã, por Bs. 20. Chegando lá, você paga a entrada e pode explorar por conta própria (desta forma, contrata um guia na hora). De taxi sai menos do que 100 bolivianos.

Tiwanaku

Pra otimizar o tempo, dá pra fazer o Chacaltaya de manhã e Tiawanaku retornando a La Paz. Pode-se contratar via agência os dois passeios e retornar a La paz pela parte da tarde. Preço: pode sair por Bs. 75, mais Bs. 15 e Bs. 80 para as entradas, total: Bs. 160 (barato). De taxi é praticamente o mesmo preço, podendo parar pra tirar fotos. Nos dois casos se almoça em Tiwanaku.

Mais Info

http://roteirosandinos.altamontanha.com/bolivia/inca.asp
http://pt.wikipedia.org/wiki/Chacaltaya
http://www.historiadomundo.com.br/inca/as-ruinas-de-tiahuanaco/
http://pt.wikipedia.org/wiki/Tiwanaku
http://www.abbra.com.br/tiahuanaco.htm

DIA 04 (28/07): DE LA PAZ (OU TIHAUANACO SAINDO DIA 27) A COPACABANA

De La Paz a Copacabana

Saindo de La Paz, o ideal é pegar um bus logo pela manha (ônibus saem desde às 7 horas até por volta das 18 horas), pagar 1,50bs para atravessar o lago e chegar em copacabana para conhecer e comer uma truta na beira do lago após 4h de viagem, para logo em seguida pegar um barco para a Isla del Sol as 13:30h. Os ônibus saem do cementerio e custam 20 bolivianos. Tem uma opção que passa pelo Torino e custa 50 bolivianos pessoa (caro, mas economiza o taxi ate o cementerio).

No caso de fazer um passeio (Chalkantaya, Tiawanaku ou os dois), pode-se partir para Copacabana no outro dia de manhã ou pegar um bus no mesmo dia a tarde saindo do Cementerio.  Também há a opção de seguir para Copa direto de Tiwanaku via taxi na cidadezinha ao lado das ruínas (ñ é certo). Nesse caso, o pernoite será em Copacabana. Não havendo taxi em Tiwanaku, pode-se ficar no retorno em El Alto (antes de chegar em La Paz) e pegar onibus direto para Copacabana ganhando um bom tempo (há onibus por volta de 15h por Bs. 15.

Cidade de Copacabana (BO)

Em Copacabana os melhores hotéis são o Mirador e o Colonial (100 bol. quarto duplo); hotéis mais simples saem por 100 bl. um quarto com três camas de solteiro, banheiro com uma boa ducha de água caliente e tv local; Hotel Utama, bom demais com vista para o lago e o melhor cafe da manha de toda a viagem; Brisas del Titicaca por180 bol. o matrimonial com baño privado e água caliente; Hostal Arco Iris del Lago custa de 30 e 40 bol. por pessoa; Hotel Los Andes (http://lico.photos.me.uk/p62063526.html), um pouco para cima do Mirador, 30 Bol. o quarto com banheiro privado, TV e café da manhã.

Para comer, há o Restaurant Flór de mi Tierra que fica na esquina da rua principal com a praia (trucha ao valor de 17 bol.).  A noite uma pizza no Pub Pueblo Viejo. Quanto aos gastos, cuidado: o único caixa eletrônico da cidade não tem dias certos para funcionar.

De Copacabana a Isla del Sol

Em copa tem barcos saindo em varios horarios rumo a ilha do sol, custando o valor de 15 bs para o sul (Yumani) ou 20 bs norte (Ch’allapampa) a ida e 20 bol a volta, demorando mais ou menos 2 horas. Para entrar do lado sul você tem que pagar 5 bol logo que desce do barco no cais. Caminhando, dá pra vc fazer a trilha ate o norte, seguindo a costa da ilha em 3 horas e se instalar num hotel. No outro dia logo cedinho vc pode ir pro extremo norte e ver as ruinas q tem por la (entrada: 10 bl, trilha de 1h, vista fantastica), visitar o Museu (5 bl) e voltar a tarde pela trilha q corta pelo meio da ilha (trilha inca, 10 bol) ate o sul pra pegar o barco de volta pra copacabana.

Isla del Sol

Os barcos que saem para o norte só saem pela manha, 8:00hs em copacabana, chegando pelas 10 da manha e saindo para o sul dali uns 30 min. Os barcos para parte sul saem de Copa por volta das 8:30h, deixam quem vai ficar lá, e pegam quem vai para o norte. À tarde, o ultimo barco pra ilha do sol é as 13:30hs, chegando somente ao lado sul. Um barco sai da parte norte para a parte sul ás 13:30h.

Norte da Isla del Sol (Ch’allapampa)

Quanto aos hotéis na Isla del Sol, no norte se recomenda o Hostal Cultural, bom e barato! (20 bolivanos/pessoa por um quarto triple com camas q pareciam de casal de tao grandes); hospedagem do Seu Afonso (especie de Eco-Hostel) bem bacana e simples (20 bol / pessoa) que fica uns 100 metros acima da montanha, no lado esquerdo da praia com uma vista linda do lago; Hostal e Restaurant Inka Uta, logo na entrada do lado norte, depois do cais (35 bol. por pessoa em quartos coletivos com três camas + 5 bol. se quiser tomar banho de água quente). Na parte sul, recomenda-se o Hostal Illampu bem lá emcima do morro (20bol/pessoa). Para comer no norte há um restaurante a 4 casas de distancia do hostal Cultural que serve a truta do lago (20 bol).

Mais Info

http://www.abbra.com.br/ilhadosol.htm

DIA 05 (29/07): DA ISLA DEL SOL A COPACABANA E LA PAZ

Para retornar a Copacabana, da parte sul, os barcos saem da Ilha as 8:30 dos dois lados e depois as 13:30h do norte e 15:30 do sul. De Copacabana para La Paz os ônibus saem desde às 8 até às 19 horas.

DIA 07 (30/07): DE LA PAZ A GUAJARÁ-MIRIM (RO)

Vôo pela Tam Bolívia, saindo do aeroporto de La Paz.

DIA 07 (30/07): DE GUAJARÁ-MIRIM A JI-PARANÁ

Pela Eucatur, ônibus direto a Ji-Paraná.

About these ads

7 responses to this post.

  1. Posted by RUY LUIZ SANTOS LIMA on 23 de novembro de 2010 at 14:09

    GOSTEI DO QUE LI,VC FOI MINUSIOSO EM TODOS OS DETALHES,ENCONTREI NO SEU RELATORIO RESPOSTAS A DIVERSAS DUVIDAS,VALEU.
    NOS ESTAMOS NOS FINALMENTE DA NOSSA VIAGEM, CURITIBA-CORUMBA-BOLIVIA-PERU-CHILE DE PASSAGEM-CURITIBA. 20-12 A 10-01.
    UM ABRACO E NA VOLTA EU TE CONTO,

    RUY

    Responder

  2. Posted by Maily on 24 de dezembro de 2010 at 0:55

    oi, tubo bem?
    estou fazendo minha primeira viagem à La Paz. Pretendo sair de Porto Velho via Riberalta, gostaria de informações sobre o percurso de ônibus de Riberalta/La Paz. Abraços a todos.

    Responder

  3. Adorei todas os seus toques… vou a Bolivia em janeiro, ja conheço
    mas desta vez vou aproveitar muito mais com todas as suas dicas…
    Valeu

    Responder

  4. Posted by Lala on 17 de março de 2011 at 21:31

    MTO BOA AS SUAS DICAS.. VOU SEGUI-LAS.. VOU À BOLIVIA AGORA EM MAIO.. ESTOU APENAS COM DUVIDAS COM RELAÇÃO À COMPANHIA DE ONIBUS QUE FAZ A ROTA PORTO VELHO – GUAJARÁ-MIRIM. VOCE PODERIA ME AJUDAR? OBRIGADA

    Responder

  5. Posted by ricardo soares on 26 de julho de 2011 at 15:21

    Ola amigo, sabe me dizer se os voos de Guajara até La Paz são frequentes:

    Responder

  6. Posted by Moisés on 14 de setembro de 2011 at 2:13

    Ótimas dicas, sou de Porto Velho e pretendo fazer um roteiro parecido com o seu ainda esse ano.

    Responder

  7. Posted by denis on 4 de novembro de 2012 at 21:51

    como posso tirar umas duvidas com vc? passa seu email!

    Responder

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: